Páginas

sábado, 18 de outubro de 2008

Monarquia Católica: Tradição

Sua Alteza Imperial e Real, o Príncipe D. LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA
O Senhor Dom Luiz de Orleans e Bragança - atual Chefe da Casa Imperial do Brasil - é primogênito e herdeiro dinástico do Príncipe Dom Pedro Henrique de Orleans e Bragança (1909-1981), admirável figura de brasileiro, chefe de família exemplar e artista de reconhecido talento; é neto de Dom Luiz de Orleans e Bragança (1878-1921) - cognominado o Príncipe Perfeito; bisneto da Princesa Isabel a Redentora, e trineto do Imperador Dom Pedro II.
Os Imperadores do Brasil, bem como os Reis de Portugal desde o século XVII, pertenceram à dinastia de Bragança, a qual teve sua origem em fins do século XIV, na figura heróica e legendária do Santo Condestável de Portugal, o Bem-Aventurado Dom Nun'Alvares Pereira.
Por sua Mãe, a Princesa Dona Maria da Baviera de Orleans e Bragança, Dom Luiz herda as tradições da Família de Wittelsbach, a Casa Real da Baviera, uma das mais antigas da Europa, pois tem sua origem no século IX, e célebre nos campos das artes e da cultura.
Por seu bisavô o Príncipe Gastão de Orleans, Conde d'Eu, esposo da Princesa Isabel e herói da Guerra de Marrocos e da Guerra do Paraguai, o atual Chefe da Casa Imperial do Brasil descende da Casa Real Francesa. Com efeito, provém ele em linha direta, por legítima varonia, de Hugo Capeto, que em 987 ascendeu ao trono da França; e de São Luís IX, o Rei-Cruzado que governou a França de 1226 a 1270
Descendendo de Reis, Santos e Heróis, de Fundadores de Impérios, Cruzados e Artistas, Dom Luiz haveria de receber uma educação à altura das tradições que representa.
Foi intenção de seu Pai dar-lhe uma formação moral sólida, baseada nos princípios tradicionais da Santa Igreja. Ao mesmo tempo, desejou que ele tivesse uma cultura geral, um conhecimento em profundidade dos problemas do Brasil e do mundo, e um trato social condizentes com a alta posição que lhe estava destinada.
Católico ardoroso e por isso mesmo infenso a todas as formas de socialismo, atuou desde jovem, com o vivo incentivo de seu Pai, em prol dos princípios fundamentais da Civilização Cristã, atividade esta a que continua a consagrar suas disponibilidades de tempo.
É Grão-Mestre da de Pedro I, da Ordem da Rosa e das demais Ordens Imperiais brasileiras. É ainda Grã-Cruz da Ordem Constantiniana de São Jorge, da Casa Real de Bourbon-Sicílias, Grã Cruz da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa (Portugal) e Bailio Grã-Cruz de Honra e Devoção da Soberana Ordem de Malta, além de membro-efetivo de diversos institutos culturais.

Ultimamente Dom Luiz tem dedicado um pouco do seu tempo à composição de memórias, nas quais vai registrando, a par de suas inúmeras recordações, comentários e juízos acerca dos acontecimentos e transformações que acompanhou em meio século de vida adulta. Tais escritos são aguardados com muito interesse por quantos o conhecem.
Em Junho de 2008 Sua Alteza Imperial e Real D. LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA comemorou seu aniversário, numa Missa de ação de graças na Antiga Sé, com toda a solenidade e tradição da Santa Igreja Católica.

Sua Alteza Imperial e Real recebendo a Santíssima Eucaristia, o próprio Cristo, o Rei dos Reis.

"Para que, ao Nome de Jesus, se dobre todo joelho, no Céu, na terra e no inferno, e toda língua confesse que o Senhor Jesus Cristo está na Glória de Deus Pai." (Filipenses 2, 10-11)

Membros do Clero e da Família Imperial e Real do Brasil em procissão no centro histórico do Rio de Janeiro.

Sua Alteza Imperial e Real, o Príncipe D. LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA e seu filho D. BERTRAND DE ORLEANS E BRAGANÇA, após solene Missa Tridentina na Antiga Sé; Com os seminaristas da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Dedico esta postagem ao caríssimo Sem. Paulo Cesar Vita Junior, por ser um exemplo de tradição na Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. Que Deus o Abençoe!
Pax Vobiscum

2 comentários:

Sem. Paulo Cesar Vita Junior disse...

Eu agradeço do fundo do meu coração! Que Deus abençoe a todos nós e principalmente ao Santo Padre Bento XVI.
OMNIA VINCIT AMOR.

Sem. Paulo Cesar Vita Junior

Visitante disse...

Olá. Neste post tem un dado errado: Dom Bertrand n~ao é filho de Dom Luís, é irm~ao e herdeiro.